Jacohrangers

Jacohrangers

domingo, 30 de junho de 2013

EPISÓDIO 03 - O ROBÔ GIGANTE APARECE




EPISÓDIO 03 – O ROBÔ GIGANTE APARECE
EPISODE 03 - GIANT ROBOTTO APPEARS
挿話三 - 巨人ロボットは現れる

NO CAPÍTULO ANTERIOR DE JACOHRANGERS:

- OS NOVOS JACOHRANGERS DETÉM O ATAQUE DO IMPÉRIO AKKUMA, MAS FICAM SEM SABER O NOME DA VILÃ QUE OS CONFRONTOU.
- ELES DESCOBREM, ENTÃO, QUE OS INVASORES USARAM UMA ARMA CHAMADA CONTROLADOR BIO-MOLECULAR PARA TRANSFORMAR SEUS MONSTROS EM SERES GIGANTESCOS.

O QUE IRÁ ACONTECER?

- Onde ele está, Mestre? – Shira perguntava aflita – Onde está esse tal de “Densetsu Robotto”?
- Encontrá-lo não será difícil. Ele está adormecido no interior do Monte da Serpente, há alguns quilômetros daqui. O grande desafio será despertá-lo, pois apenas heróis que provem sua coragem e sua honra são capazes de fazê-lo levantar de seu sono milenar.
- Nós faremos isso! – era Shira novamente.
- Sua coragem é muito bonita, Shira – disse Murana – Mas e se não conseguirmos despertá-lo antes que o monstro chegue a Brazilian Tokyo? O monstro precisa ser detido antes.
- Ela tem razão, Shira – Chairo concordou – Acho que precisaremos nos dividir.
- Tenho medo de ter que lutar contra um monstro enorme daqueles – era Daira.
- Você virá comigo, Daira. Você também, Murana. Nós três encontraremos o robô adormecido e vamos despertá-lo o mais rápido possível – disse Shira – Grey e Chairo, vocês tentam distrair o monstro e mantê-lo longe da cidade.
- Ok! – todos gritaram quase ao mesmo tempo.

E os cinco Jacohrangers partiram.

***

O herói marrom e o cinza chegaram até as proximidades de onde o monstro estava. Era um imenso descampado, a poucos quilômetros da fronteira com Brazilian Tokyo. Se a criatura não fosse detida, em cinco minutos estaria atacando a cidade.
Não demorou a que o monstro os visse. Eles procuraram se posicionar de forma a fazer o inimigo se voltar para o lado oposto onde ficava Brazilian Tokyo. Distanciaram-se um do outro, deram acrobacias, correram e fizeram todo o possível para distrair o oponente. A criatura começou a dar socos no chão, tentando acertá-los, o que os obrigou a se desviarem. Quase foram feridos.
Chairo, o Jacohranger marrom, disparou com sua pistola, acertando o chifre do monstro e o fazendo urrar. Grey, o Jacohranger cinza, cravou a lâmina de sua espada em um dos pés da besta, que se desequilibrou e urrou outra vez. Quando o ser gigantesco veio para cima deles, os heróis inverteram os papéis: Chairo com a espada, Grey com a pistola.
O monstro foi ferido mais algumas vezes até se enfurecer e cuspir fogo sobre os dois Jacohrangers. Eles gritaram de dor e tiveram que saltar para longe para não serem incinerados. Quando se levantaram de novo, a criatura imensa lhes chutou, arremessando-os a metros de distância.

E o monstro se virou em direção a Brazilian Tokyo.

Quando os dois Jacohrangers perceberam, lançaram-se à frente da criatura e começaram a atacá-la com sua pistola. Chegaram a uni-las, tentando um disparo mais poderoso, algo que funcionou, ferindo bastante o rosto do monstro. Mas tinham consciência de que aquilo não bastaria e não o deteria por muito tempo.
O ser gigantesco se preparou para lançar fogo, quando as armas dos heróis emitiram mais disparos. A criatura cambaleou para trás, mas antes com seguiu chutar os Jacohrangers com violência, lançando para longe suas pistolas. Ambos caíram feridos. Levantaram-se empunhando suas espadas e torcendo para que suas colegas estivessem tendo melhor sorte.

***

As três heroínas chegaram ao Monte da Serpente relativamente rápido. Subiram uma íngreme encosta correndo e chegaram ao topo, onde encontraram uma abertura que dava em um túnel. Lá, teriam acesso ao interior da montanha.
Caminharam tão rápido quanto podiam, descendo por uma área mal iluminada e cheia de declives e curvas sinuosas. Começaram a aparecer bifurcações e diversas portas, transformando tudo em um grande labirinto. Shira tomou a iniciativa de decidir para que lado ir em todas as ocasiões, confiando em seu instinto e não deixando nenhuma dúvida abalar suas colegas.
Avançaram mais e mais, até chegarem a uma área gigantesca, com dezenas de metros de altura. Uma parte do local era coberta por um grande nevoeiro.

- Vocês também estão sentindo? – Daira perguntou.
- Sim – respondeu Shira – É como se uma grande energia positiva emanasse daquele nevoeiro.
- Sim – era Murana – Deve ser lá que está o tal Densetsu Robotto.
- Exatamente! É lá que ele está, mas vocês não chegarão até ele vivas.

A voz vinha da mesma inimiga que as tinha atacado antes. Ao redor dela, inúmeros soldados Kardler.

- Diga seu nome, maldita! – a Jacohranger púrpura gritou.
- Se fazem tanta questão de saber, eu direi! Sou Ghitta (ギッタ), comandante das tropas do Império Akkuma. E este local será o túmulo de vocês três.
- É o que veremos! – a Jacohranger branca gritou.

As três heroínas começaram a atacar os soldados Kardler. Seus socos e chutes bastavam para nocauteá-los e em pouco tempo, todos tinham sido derrotados. Mas, para lutar de igual para igual contra Ghitta, tiveram que sacar suas armas.

- Insolentes! – a vilã gritou.

Shira golpeou com a espada, mas Ghitta aparou o ataque. Murana disparou de longe e viu, atônita, sua rival esquivar-se a uma velocidade sobrenatural. Daira atacou com a espada por trás, sem atingir a inimiga – e ainda recebeu um violento contra ataque.
As Jacohrangers branca e púrpura uniram suas pistolas e dispararam um tiro só, com mais poder de destruição. A energia explodiu no corpo de Ghitta, fazendo-a cambalear. Então ela se arremeteu em direção às heroínas e começou a atacá-las.
Suas garras se fecharam e desferiram socos violentos e ferozes, dos quais não foi possível se esquivar. Então o punho se abriu e as garras rasgaram e perfuraram, fazendo as Jacohrangers gritarem de dor e agonia. Por fim, ela disparou vários raios de seus olhos, arremessando as três a alguns metros de distância.

- Não podemos nos dar por vencidas! – Shira bradou, mesmo sem ter forças para se levantar.
- Hora do golpe final! – Ghitta vociferou.

Quando a vilã se aprontava para o ataque derradeiro, foi possível ouvir um estrondo e um assustador tremor de terra. Parte do teto desabou e Ghitta não conseguiu de manter de pé. O som vinha do nevoeiro, que foi se dissipando aos poucos, revelando um gigantesco robô.
Tinha formato humanóide e devia medir pelo menos cinqüenta metros de altura. Seus braços e pernas eram conectados ao tronco por complexos mecanismos de engate, a cabeça era um capacete metálico branco encobrindo parcialmente dois olhos que emitiam uma intensa luz azul. Nas costas, uma bainha negra contendo uma espada da qual só era possível o cabo.

Era o poderoso “Densetsu Robotto”!

- Miseráveis! Vocês vão me pagar, Jacohrangers!

Ghitta sumiu magicamente. Um compartimento dentro do robô gigante se abriu e as três Jacohrangers saltaram lá para dentro meio que por instinto. Quando se deram conta, estavam em um tipo de cabine com cinco lugares, com vários botões, painéis e alavancas. Como que por magia, surgiu dentro da cabeça de cada uma delas cada uma das funções, recursos e golpes que o Densetsu Robotto tinha a oferecer e qual a maneira certa de acioná-las.
E partiram. Saíram do Monte da Serpente e rumaram tao rapidamente quanto puderam em direção aos limites de Brazilian Tokyo. O monstro maligno já estava quase nos limites da cidade. Aos pés dele, o Jacohranger marrom e o cinza. Muito feridos, mas extremamente felizes por verem que suas amigas tinham sido bem sucedidas na missão delas.
Rapidamente, entraram no robô, sentaram em seus lugares e se prepararam para combater o terrível monstro gigante. A primeira providência foi atraí-lo para longe da cidade, algo que conseguiram com sucesso. Só restava vencê-lo.
Em algum outro ponto daquela região, a cruel Ghitta falava para si mesma:

- Não pensem que será fácil derrotar o monstro alienígena Barabatto (怪獣宇宙人バラバット). Ele tem algumas surpresas para mostrar a vocês, seu malditos.
- Vamos! – Shira gritou.
- Vamos! – todos os demais responderam em uníssono.

E começou a batalha.
つづく
NO PRÓXIMO CAPÍTULO DE JACOHRANGERS:

Densetsu Robotto e o monstro Barabatto travam uma luta terrível. Mas o Império Akkuma é terrível e tem mais uma estratégia covarde planejada para surpreender os Jacohrangers. Não percam no próximo domingo:

EPISÓDIO 04 – OS CRUÉIS INIMIGOS DA TERRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário