Jacohrangers

Jacohrangers

domingo, 7 de julho de 2013

EPISÓDIO 04 - OS CRUÉIS INIMIGOS DA TERRA



 EPISÓDIO 04 – OS CRUÉIS INIMIGOS DA TERRA
EPISODE 04 - CRUEL ENEMIES OF THE EARTH
挿話 - 地球の残酷な

NO CAPÍTULO ANTERIOR DE JACOHRANGERS:

- O GRUPO É FORÇADO A SE DIVIDIR PARA DETER O MONSTRO INIMIGO E, AO MESMO TEMPO, DESPERTAR O PODEROSO ROBÔ QUE OS AJUDARÁ EM SUA MISSÃO.
- MESMO COM OS JACOHRANGERS DENTRO DE SEU ROBÔ, OS INVASORES DO IMPÉRIO AKKUMA NÃO PARECEM INTIMIDADOS.

O QUE IRÁ ACONTECER?

- Vamos! – a Jacohranger branca gritou.

Densetsu Robotto trocou socos com o monstro inimigo. Ambos se feriram. O robô dos heróis desferiu um raio de seus olhos e foi imitado por seu inimigo, resultando numa violenta explosão, que fez os dois recuarem. Os Jacohrangers então sacaram a espada gigantesca.
O terrível Barabatto tirou de seu corpo um pedaço de carne apodrecida e fez aquilo ganhar consistência, transformando num tipo de espada improvisada. As duas armas se chocaram várias vezes. O monstro desferiu vários, todos defletidos pela lâmina dos Jacohrangers. A energia voltou em direção a Barabatto, que foi atingido e cambaleou.

- Agora! – Chairo gritou – Densetsu Míssil!

Dos ombros do robô surgiram dois compartimentos, que abriram e dos quais partiram dois pequenos mísseis em direção ao inimigo. Barabatto não conseguiu desviar, sendo violentamente atingido e caindo no chão. A criatura levantou furiosa. Ao invés de disparar mais raios, ela começou a acumular uma grande quantidade de energia em suas garras.

- Ele vai arremessar essa energia em direção a Brazilian Tokyo! – gritou Shira, a Jacohranger branca.
- Vamos ter que deter essa energia nos colocando na frente dela! – era Daira, a Jacohranger laranja.

Densetsu Robotto posicionou-se de maneira a proteger ao menos parte de Brazilian Tokyo. Grey ativou um comando que invocou o Densetsu Escudo. O impacto foi reduzido, mas não impediu que ocorresse uma violenta explosão. Os Jacohrangers e seu robô caíram violentamente. E Barabatto foi para cima deles.
Mesmo caído, Densetsu Robotto chutou com violência o monstro. Levantou-se rapidamente e começou desferir seguidos chutes no inimigo. Barabatto foi ao chão.

- Hora do golpe final! – a Jacohranger branca gritou.
- Sim! – todos responderam em uníssono.

A espada do Densetsu Robotto foi levantada e chamas místicas brotaram em sua lâmina. Mais e mais energia mágica se condensou, e a espada se tornou uma grande fonte de luz flamejante.

- Tem certeza que querem fazer isso, Jacohrangers? – a voz era de Ghitta, a alguns metros dele.

Os heróis hesitaram, sem entender.

- O que quer dizer com isso? Vamos, explique-se! – o Jacohranger marrom perdeu a paciência.
- Vejam com seus próprios olhos! – a vilã apontou para o peito do monstro.

Da caixa torácica do monstro surgiu uma abertura, revelando que havia algo em seu interior. Algo terrível. Suas tripas gigantescas enrolavam uma forma de vida, prendendo-a ao interior do corpo monstruoso. Um ser vivo. Um ser humano. Alguém preso ao monstro.

- Estão surpresos, heróis? Pois esperem para ver qual a outra surpresa que o monstro Barabatto tem para vocês.

Na cabeça da criatura, um pedaço de carne se desprendeu, revelando um mecanismo eletrônico que exibia uma pequena contagem regressiva. Apontava para dois minutos.

- É uma bomba! – gritou Murana.
- Ela tem força para destruir toda Brazilian Tokyo e mais alguns quilômetros ao redor. A menos, é claro, que destruam o monstro Barabatto antes. Mas, vocês serão capazes de matá-lo, sabendo que há uma mulher grávida dentro dele? – Ghitta gargalhou.

***

- O que faremos? – era o Jacohranger marrom.
- Encontraremos um jeito! – era a heroína que vestia branco.
- Não quero matar uma mulher grávida! – disse a Jacohranger laranja.
- Mas não podemos deixá-lo explodir Brazilian Tokyo – o herói marrom insistiu.
- Não temos muito tempo! – gritou a Jacohranger púrpura.

Enquanto os heróis pensavam, o monstro dirigia-se até a cidade. Ghitta gargalhava e apesar de ter o tempo contra eles, os Jacohrangers não moviam o Densetsu Robotto. Hesitavam. Chairo chegou a esmurrar os controles do robô.

- Shira, você é a líder. O que vamos fazer? – Murana, a Jacohranger púrpura gritou, já em lágrimas.
- Vamos salvar aquela mulher.

O Densetsu Robotto foi movido até o monstro, bloqueando a passagem dele. A espada do monstro rasgou parte do peito da criatura, revelando o local em que o a moça grávida estava presa. Pelas contas dos heróis, faltava um minuto para o monstro explodir.

Então, a Jacohranger branca fez o impensável.

Saltou do Densetsu Robotto em direção à área interna do peito do monstro, onde a moça estava cativa. Os demais Jacohrangers manobraram o robô de modo a não permitir que Barabatto interferisse nas ações de Shira.
Com muita dificuldade, a Jacohranger branca destruiu os órgãos internos do monstro. A muito custo, equilibrou o corpo desacordado da jovem em seu ombro e se afastou.
Em seguida, os Jacohrangers desferiram o golpe final. Uma luz flamejante envolveu a lâmina da espada, gerando uma energia invencível.

- Densetsu Chou Ken Hi (伝説)

O monstro Barabatto explodiu, sem que sua morte atingisse Brazilian Tokyo. Longe dali, Ghitta apenas praguejava contra os heróis.

- Malditos, Jacohrangers!

***

- São muito cruéis.

Nada era dito, mas aquele era o pensamento de todos os cinco. Felizmente, a jovem e seu bebê puderam ser salvos, mas ambos teriam que ficar internados, em observação por alguns dias. Mestre Jacoh também estava no hospital.

- Não são alienígenas. São demônios, mestre! – era Chairo.
- São a escória do universo. O que só aumenta a responsabilidade de vocês. Muitos planetas sucumbiram diante do poder deles. Vocês são a única esperança da terra. Talvez de todo o universo.

Daira chorava.

- São muito cruéis. E se nós tivéssemos que escolher entre salvar a cidade ou a moça? Eu não queria ter que ficar com uma morte em minha consciência.

Todos estavam cabisbaixos. Deveriam estar felizes, pois, afinal, conseguiram salvar a todos. Ninguém tinha morrido. Mas Murana trouxe à tona uma pergunta de difícil resposta.

- E se tivermos que fazer esse tipo de escolha mais vezes?

O silêncio deixou claro que não havia uma resposta para aquilo.

***

Há quilômetros dali, Ghitta reunia-se a alguém misterioso. Foi severamente castigada por sua falha. Depois, recebeu orientações, ordens e ameaças de morte caso falhasse outra vez. Um novo monstro foi convocado para lhe auxiliar em seu próximo ataque. Um novo plano, tão ou mais violento e cruel que o anterior.
 つづく
NO PRÓXIMO CAPÍTULO DE JACOHRANGERS:

Uma antiga maldição cai sobre Brazilian Tokyo. Mais do que derrotar o responsável, os Jacohrangers precisarão primeiro encontrar o monstro que criou o problema, mesmo sabendo que é uma armadilha. Não percam no próximo domingo:

EPISÓDIO 05 – ARMADILHA ANCESTRAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário