Jacohrangers

Jacohrangers

domingo, 27 de outubro de 2013

EPISÓDIO 19 - A JUSTIÇA PERDEU


EPISÓDIO 19 – A JUSTIÇA PERDEU

NO CAPÍTULO ANTERIOR DE JACOHRANGERS:

- O MONSTRO UTA INICIA UM PLANO TERRÍVEL LEVANDO BRAZILIAN TOKYO AO CAOS.
- OS JACOHRANGERS DERROTAM O INIMIGO, QUE LOGO REVIVE COM CINQUENTA METROS DE ALTURA. QUANDO CHAMAM O DENSETSU ROBOTTO, MESTRE JACOH SE RECUSA A ENVIÁ-LO.

O QUE IRÁ ACONTECER?

- Por que não, Mestre Jacoh? O que está havendo? – Chairo perguntou.
- Hoje, por motivos que eu explicarei depois, o Densetsu Robotto estará muito mais fraco. O ataque realizado hoje não foi uma coincidência. Não repararam como foi fácil derrotar a forma normal do monstro?
- Quer dizer, então – era Daira – que tudo não passou de uma armadilha para que o monstro ficasse gigante e tivéssemos que invocar o Densetsu Robotto?
- Mestre, por que o Densetsu Robotto está enfraquecido hoje? – perguntou Murana – Temos o direito de saber!

O Mestre hesitou antes de responder. De qualquer forma, não haveria tempo, pois o agora gigantesco Uta já estava próximo o bastante dos Jacohrangers para atacá-los.

- Vamos! – Hitomi gritou.

Os heróis dispersaram. Cada um posicionado em um lado, efetuaram disparos poderosos no rosto da criatura, fazendo-a pôr a mão em frente à cabeça. Grey e Chairo atacaram os pés do monstro com suas espadas, gerando cortes diminutos. Uta demonstrava que tentaria esmagá-los socando o chão, então todos atiraram em seu punho.

- Isso não vai detê-lo por muito tempo! – Hitomi gritou.
- Vamos tentar atraí-lo para fora de Brazilian Tokyo! – sugeriu Chairo.

Os heróis fizeram acrobacias e foram se desviando dos ataques de maneira a tentar conduzir o monstro para os limites da cidade, uma região desabitada onde poderiam lutar sem se preocupar com nada. A estratégia chegou a funcionar, mas, no processo, Grey e Murana foram violentamente golpeados.

- Vamos nos reagrupar e tentar usar o Jacoh Cannon! – berrou a Jacohranger bege.

A muito custo, os heróis conseguiram se posicionar de frente ao monstro e mirar em seu rosto. O disparo foi efetuado e feriu a face de Uta. A criatura urrou e chegou a ir ao chão. Mas antes que os Jacohrangers seguissem com os ataques, o ser maligno já estava novamente de pé.

- Não adianta! – Chairo não conseguia deixar de transparecer desespero em sua voz – Sem o Densetsu Robotto não conseguiremos.
- Mestre Jacoh, por favor – era Daira – Conte-nos por que o Densetsu Robotto está enfraquecido hoje!
- Por favor – gritou Murana.

Naquele momento, o Jacohranger cinza foi outra vez ferido, sendo arremessado pelo chute de que foi alvo a centenas de metros de distância.

- Grey! – todos gritaram em uníssono.
- Mestre Jacoh! – Chairo insistiu.
- Vocês venceram! – o velho mestre respondeu – Vou lhes contar o motivo. Espero que estejam preparados.

***

Hoje ocorrerá um eclipse. Trata-se de uma conjunção bastante específica das estrelas. Tais condições geram uma energia maligna muito intensa que se espalha além dos limites da galáxia. O Império Akkuma, ciente disto, escolheu o dia de hoje para realizar este ataque.
O que acontece é que tal energia negativa se fará presente em sua totalidade na terra hoje. Será uma força tão poderosa que interferirá em toda a energia positiva dos seres vivos de bom coração que habitam não só nosso planeta, mas todo o Sistema Solar. Talvez toda a galáxia.
“O que isto tem a ver com o Densetsu Robotto?”, vocês devem estar perguntando. O que acontece é que ele também é uma espécie de ser vivo. Ao menos, em partes. Pode parecer confuso, mas vou explicar melhor, e vocês entenderão.
O que acontece é que o Densetsu Robotto foi construído originalmente como uma máquina. Um robô mesmo. Mas para que seu funcionamento fosse total, e para que ele pudesse lutar com o poder necessário para deter o Império Akkuma, ele passou por um ritual que o “banhou” em energia positiva. É como se ele tivesse passado por uma espécie de “ritual” que o transformou em um ser vivo, uma criatura senciente.
Por este motivo, ele é vulnerável à energia negativa gerada pelo fenômeno astronômico de hoje. É quase certo que se ele lutar nestas condições, ele seja derrotado, pois só contará com aproximadamente dez por cento de seu poder total. Ou seja, é tudo uma armadilha do Império Akkuma.
Sei que precisam dele para combater o monstro gigante, mas espero que entendam que não é seguro enviá-lo para batalhar. Não até que o eclipse acabe. Do contrário, faltamente o Densetsu Robotto será destruído, e aí sim nós teremos um problema.
Eu imploro a vocês, Jacohrangers! Lutem! Com coragem e bravura, mas sem o Densetsu Robotto. Resistam por pelo menos mais algumas horas. Lutem sozinhos até que o pior momento tenha passado. É só o que lhes peço. Por favor! Coragem, Jacohrangers! Não se dêem por vencidos!

Conto com vocês!

***

Os Jacohrangers fizeram o possível. Lutaram com todas as suas forças. Combinaram seus ataques, usaram todas as táticas de batalha em grupo que conheciam. Esforçaram-se ao máximo. Combateram no limite extremo de suas capacidades individuais e em equipe.

Mas não adiantou.

Estavam prestes a ser mortos e esmagados. O Mestre Jacoh não teve alternativa a não ser enviar o Densetsu Robotto. Os Jacohrangers entraram nele e iniciaram uma terrível batalha.

- Não será fácil – era Hitomi – Vamos nos esforçar ao máximo!
- Vamos! – todos gritaram em resposta.

Depois de alguns ataques, o Densetsu Escudo já tinha sido feito em pedaços. Robô e monstro trocavam golpes, mas ficava visível que o vilão levava clara vantagem. Densetsu Míssil e Densetsu Laser não surtiram efeito. Sacar a Densetsu Espada parecia a última opção.

- É visível que o Densetsu Robotto não tem mais a mesma energia que tinha antes! – disse Chairo.
- Mestre Jacoh tinha razão – Hitomi parecia desesperada – O que faremos?
- Vamos continuar lutando! – Murana e Daira gritaram quase ao mesmo tempo.

Os golpes do monstro Uta seguiram. Após uma seqüência de ataques que não puderam ser defendidos, um braço do Densetsu Robotto foi destruído, caindo sob as ruas desertas de um dos bairros de Brazilian Tokyo.

- Ainda temos um braço e a Densetsu Espada! – Hitomi gritou – Isto vai ter que ser suficiente!

Com a pouca força que lhes restava, os heróis passaram a tentar apenas se esquivar dos ataques inimigos. Assim que o monstro Uta abrisse a guarda, utilizariam seu último e mais poderoso recurso.
Quando a chance surgiu, todos colocaram seus corações no golpe derradeiro. Daquela energia dependia o futuro de toda a Terra.

- Densetsu Chou Ken Hi!

A espada sagrada perfurou o monstro maligno ao mesmo tempo em que ele também golpeou com uma força incrível o Densetsu Robotto. Uma quantidade impressionante de energia foi liberada, ferindo igualmente tanto os heróis quanto os vilões. Então veio a explosão. Só foi possível ver quem tinha vencido quando a poeira baixou, minutos depois.

- Jacohrangers, vocês estão me ouvindo? – Mestre Jacoh tentava contato,  sem sucesso – Respondam-me! Jacohrangers!

Não houve resposta. Quando a poeira baixou, foi possível ver o corpo sem vida do monstro Uta. Ao seu lado, Densetsu Robotto jazia destruído. Os Jacohrangers também se encontravam lá. Desmaiados, talvez. Ou mortos. Não havia como saber.

NO PRÓXIMO CAPÍTULO DE JACOHRANGERS:

Momento de desespero. Um novo ataque do Império Akkuma. E, desta vez, os Jacohrangers não têm um robô gigante. Conseguirão proteger Brazilian Tokyo. Não percam no próximo domingo:


EPISÓDIO 20 – O DESESPERO DOS JACOHRANGERS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário