Jacohrangers

Jacohrangers

domingo, 3 de agosto de 2014

EPISÓDIO 04 - AS RESPOSTAS APARECEM

EPISÓDIO 04 – AS RESPOSTAS APARECEM

答えは現れる

Haruto, o ALPHA Green, golpeava com violência os soldados Gama que se mantinham de pé, chamando para si a responsabilidade de detê-los enquanto seus colegas combatiam o monstro Karivan. Netsuzon limitou-se a assistir os confrontos preliminares sem se manifestar.
O herói preto, Takeshi, usou sua espada para tentar destruir os canhões que encimavam os ombros de seu oponente, mas o ser maligno esquivou-se, entendendo qual era a estratégia do herói. Karivan tentou contra-atacar com disparos, mas seu alvo foi empurrado por Naomi, a ALPHA Yellow, não sendo ferido.
Keiko, a heroína que trajava a armadura rosa, só conseguia pensar nas palavras de Satoshi. Seu colega, que tanta questão fazia de liderar o grupo, batalhava com selvageria contra o monstro inimigo. Ele parecia acreditar que era o único responsável pela proteção do mundo. Enquanto Keiko mantinha-se perdida em seus devaneios, Karivan aproveitou para golpeá-la com violentos projéteis.
Os cinco heróis se agruparam. Sacaram suas espadas e deram grandes saltos, separando-se, a fim de lançarem um ataque conjunto vindo de várias direções, algo que não pudesse ser defendido. Avançaram talhando, retalhando e estocando, explodindo os canhões inimigos, mas ainda sendo feridos pelo laser saído dos olhos do rival. Heróis e vilão foram ao chão ao mesmo tempo, como se tivessem ensaiado tudo que ocorreria naquela batalha.
- Vocês são bons, Jacohrangers! – a criatura bradou – Bons o bastante para me obrigar a usar todo o meu poder.
- Pois nós faremos o mesmo! – Satoshi respondeu em alta voz, sendo o alvo do olhar desconfiado de Naomi, Haruto e Takeshi. Nenhum deles conhecia a verdade sobre o passado recente do amigo.
Os heróis deram pouca atenção aos brados do ALPHA Red e simplesmente seguiram. Dispararam com suas pistolas e usaram a lâmina de suas espadas para rechaçar os ataques energéticos do monstro.
- ALPHA Cannon! – Satoshi invocou, reparando que seus amigos não pareciam muito preocupados com as ordens dele – Lembrando que vocês não estão fazendo isto por mim, mas sim pela Terra – ele deu a indireta aos companheiros antes mesmo de derrotar o inimigo.
Uma onde de energia imensa partiu em direção a Karivan. No último instante, antes que a criatura fosse ferida, Netsuzon apareceu diante dela, arremessando com um movimento da mão o ataque para longe. A quilômetros dali, uma explosão que pôde ser ouvida por todos eles.
- Karivan é útil para mim, vocês não irão detê-lo, heróis.
- Se ficar no nosso caminho, teremos que derrotá-lo, Netsuzon – Haruto disse, a voz decidida de quem também parecia postular a liderança.
- Antes, eu quero que nos conte a verdade – Satoshi interrompeu e surpreendeu a todos – Afinal, quem é o Príncipe ALPHA e qual o objetivo dele e o de vocês em nosso planeta?
- Não precisamos da opinião dele, Satoshi! – Naomi gritou.
O ALPHA Red cerrou os punhos. Seus amigos não o entendiam. Exceto Keiko, que conhecia sua história.
- Eles têm razão, Satoshi – Keiko disse, tirando todos os argumentos da cabeça de Satoshi – Não podemos acreditar em alguém que esteja atacando a Terra.
- E quem garante que o Príncipe ALPHA não pretende fazer o mesmo depois que acabarmos com a civilização ALPHA?
- Satoshi, não diga bobagens! – era Takeshi – Na hora de aceitar os treinamentos dele, os poderes que ele tinha para conceder... naquele momento, você confiou nele. E agora não confia mais?
- Calem-se! – ele ergueu a voz. Chegava a tremer de tanta raiva por não ser compreendido.
- A verdade que vocês não sabem, patéticas formas de vida, é que o Príncipe que vocês pensam estar protegendo seu mundo deseja, na verdade, ele mesmo governar a Terra.
- O quê?
Houve um silêncio de estupefação seguido por olhares de espanto e incredulidade.
- O mentor de vocês não veio a este planeta por altruísmo ou porque se cansou de ver nosso povo escravizando planetas. Ele veio porque ele quer, ele mesmo, reinar sobre esta Terra. Curiosamente, parece que esta parte ele não lhes contou... Não é, Jacohrangers?
- Não pode ser – era Naomi.
- Se isso for verdade, depois acabaremos com ele – era Takeshi – A questão é que agora, é você que precisamos destruir. E vamos fazer isso. Depois pensaremos no que fazer com o Príncipe ALPHA.
- Não sei se essa é a coisa certa a fazer – Satoshi insistiu.
- Não podemos deixar esses seres terríveis vivos! – Naomi gritou – Entenda!
O ALPHA Red seguiu cerrando os punhos, tamanha sua raiva, mas acabou silenciando. A verdade é que ele tinha uma convicção patológica de que o PRÍNCIPE era maligno e precisava ser destruído a qualquer custo.
Mas antes, se não houvesse escolha, ele acabaria com Netsuzon e com o monstro Karivan.
- Vamos tentar novamente o ALPHA Cannon. – Haruto sugeriu – Desta vez, destruiremos Karivan, Netsuzon e quem mais ficar em nosso caminho.
Satoshi acabou aceitando e colaborou. A colossal bazuca disparou tanta energia que os heróis (todos eles) acharam que todo o planeta poderia ser destruído por um ataque daqueles. Mas novamente Netsuzon se interpôs entre a energia e seu alvo. Houve uma imensa explosão, que foi sucedida por um olhar inédito do vilão. Era um olhar de maldade.
- Ainda não entenderam, não é?
- Não vamos perder para você! – Satoshi disparou com suas pistolas apenas para ver o laser refletido pelo vilão se voltar contra seus amigos.
- Se eu não destruir vocês e conquistar este planeta, o Príncipe fará isso. Alguém fará. A verdade da qual vocês não podem escapar é que seu planeta está condenado. O correto seria que vocês se ajoelhassem imediatamente e implorassem por misericórdia. Quem sabe assim, suas vidas patéticas sejam poupadas.
- Nunca! – os cinco heróis responderam com gritos em uníssono.
- Idiotas! – Netsuzon encrespou o cenho – Não percebem que essa transformação que vocês executam, suas armas, seus equipamentos, são todos da civilização ALPHA? Tudo isso pode ser tirado de vocês a qualquer momento. Tudo isso vai ser tirado de vocês no momento oportuno. Vejamos como vocês lutarão quando esse momento chegar.
E o vilão deu um passo para trás, virando-se como quem abandona o campo de batalha.
- Vai fugir da luta? – Satoshi bradou em desafio.
A resposta foi uma gargalhada. Netsuzon voltou a virar-se, colocando-se de frente aos heróis, aparentemente divertindo-se com tudo aquilo.
- Nossos planos são muito maiores do que imaginam, insetos. Muito, muito maiores. Esta Terra é apenas parte de uma engrenagem cujo funcionamento seres inferiores como vocês jamais entenderão. Por ora, saibam que seu planeta medíocre é útil apenas para nos fornecer mão-de-obra escrava. E é isso que buscaremos agora. Não interfiram.
- O quê? – Naomi gritou.
- Se levarmos em conta as dimensões de seu mundo, podemos dizer que ele é muito povoado. E é de escravos que precisamos. E vamos levar alguns milhares conosco imediatamente.
Os heróis manifestaram sua indignação com um disparo feroz do ALPHA Cannon. A imensa energia destroçou Karivan, que explodiu resmungando algo sobre aquilo tudo ser só o começo.
Então, começou. As cinzas de Karivan foram se reagrupando. Um raio rubro saído dos olhos de Netsuzon deu nova vida ao monstro, mas, mais que aquilo, o fez ficar gigantesco. Era possível supor uns quarenta, cinquenta metros de altura. No mínimo.
- Vou atrás de escravos. Aconselharia todos vocês a não tentarem me impedir – o vilão olhou para o monstro gigante – Bem, imagino que estarão bem ocupados pelas próximas horas.
- Maldito! – Haruto gritou, mas havia muito pouco a ser feito além de gritar e praguejar.
O colossal Karivan disparou com seus canhões gigantescos, gerando uma explosão apocalíptica onde os Jacohrangers ALPHA estavam. Os heróis foram capazes de saltar para longe a tempo de evitar um impacto direto, mas foram violentamente atingidos por fragmentos da destruição, indo quase que a nocaute.
- Temos as respostas de que precisávamos – Satoshi pensou consigo mesmo – Só não tenho a confiança dos meus comandados. Só tenho a certeza de que o Príncipe ALPHA é um canalha.
- Precisamos fazer alguma coisa! – Haruto e Takeshi tinham em mente a mesma coisa.
- Quem estará mentindo? Ou será que todos estão mentindo? – Naomi confabulava em silêncio.
- Não sei quais são os reais objetivos do Príncipe – Keiko pensava – Mas, por ora, temos que vencer esse monstro. Ou, não poderei cumprir os meus planos.

NO PRÓXIMO EPISÓDIO DE JACOHRANGERS ALPHA:

Os heróis recebem um poderoso recurso. Não percam no próximo domingo:


EPISÓDIO 05 – O MISTERIOSO ALPHA OH!

Nenhum comentário:

Postar um comentário